Aproximando você de suas Informações. Seu ambiente integrado de inteligência de Negócios

ÁREA DO CLIENTE

Como funciona o SUPORTE

Fornecemos suporte diretamente ao seu pessoal técnico, comercial e suporte (em segundo nível para empresas de Software).










  •  

     

    1. Quais bancos de dados MyBI conecta e como ele faz isso?

    MyBIconecta em qualquer banco de dados:
    SQL Server, Oracle, MySQL, Postgre, Firebird e Advantage por conexão nativa, demais por conexão OLEDB ou ODBC.

    MyBI acessa o banco normalmente por querys, diretamente. No caso do BI, pode ser uma view ou DW populado, mas existem várias opções. Veja nosso video de apresentação.

     

    2. Quais os requisitos para rodar MyBI na maquina do usuário, no servidor e na Web?

    MyBI funciona em 32 e 64 bits.

    Na WEB, em servidor IIS e qualquer browser.

    É recomendável uma máquina razoável (hoje em dia ao menos um processador I5 com 4gb de RAM, para rodar MyBI).

     

    3. Como coloco o meu nome e o meu logotipo para que o MyBI pareça ser um software de minha empresa?

    Os produtos foram feitos para serem integrados em OEM aos sistemas de desenvolvedores ou utilizado no ambiente da empresa usuária final. Existe um modo fácil e intuitivo de colocar o seu próprio NOME, ÍCONE e LOGOTIPO.

     

    4. MyBI acessa os dados do meu banco quando está sendo usado?

    Sim, MyBI roda online.

     

    5. Posso fazer login no MyBI com usuário que tenha filtros, com restrição de dados?

    Você pode criar abas com permissões de acesso e filtros por usuários.

     

    6. Como o MyBI roda com poucos dados e com muitos dados? Quais estratégias?

    O MyBI funciona muito bem até milhões de registros. A questão não é a performance de uso que em geral é muito boa, inclusive na web.

    No caso dos dashboards, devemos cuidar para que as querys utilizem filtros com indices e não sejam muito complexas. Muitas vezes um comando do tipo "join" deixa a query lenta. Cuide para que o tempo de atualização de uma tela do cockpit não ultrapasse 30 segundos. No caso do pivot (BI), o que devemos cuidar é a estratégia entre volume versus numero de campos, que influenciam diretamente no consumo de memória! Se você mapear muitos campos na query, com milhões de registros, poderá ocorrer "out of memory" no caso do pivot(BI).

    Temos clientes com 50 milhões de registros em 6 ou 7 campos. Ou 10 milhoes em 15 campos, ou até 2 a 3 milhões em mais campos.

    Aconselhamos você limitar a query do pivot(BI) aos últimos 12 ou 18 meses, pois dados muito antigos poluem mais a tela do que ajudam na análise.

    E aconselhamos você a não criar mais que 20 campos, pois também mais poluem a tela do que ajudam. Em vez disso, crie mais cenários (módulos), cada qual com 10 ou 12 campos.

    Ou seja, tudo depende do volume x campos.

    Em geral, a maioria das empresas têm até 1 a 2 milhoes de registros num período de 1 a 1,5 anos, e isso funciona super-rápido no MyBI !

    No caso de dashboards, procure limitar o acesso aos últimos 30 dias, pois não faz sentido termos um período muito antigo para um produto online do tipo Painel Gerencial!

     

    7. O que devo criar na minha VIEW ou TABELA para rodar o MyBI, no caso do pivot (BI)?

    No caso do BI (componente pivot), você deve criar uma query que reproduza os dados mais relevantes para análise.

    Por exemplo em Vendas, seriam dados como Nome do Vendedor, Nome do Cliente, Cidade e Estado, Nome do Grupo, Grupo, Marca, Família, Quantidade, valor do item, custo do item, prazo da venda, forma de pagamento.. ou seja, faça um comando Select que relacione as tabelas necessárias.

    Tenha cuidado para pegar o valor do item nesse caso, pois se você pegar o valor da Nota poderá duplicar ou triplicar o valor conforme o numero de itens!

    O próprio MyBI totaliza as informações por diversos ângulos, você não precisa agrupar nem totalizar nada.. procure não colocar campos como Data, Hora e Numero de Nota, ou numero de atendimento, pois eles individualizam muito a informação evitando que o MyBI consiga bons agrupamentos automaticamente, e acabam usando muita memória sem necessidade.

    Como campos quase que obrigatórios, tamanha a utilidade de consulta e análise para os usuários, aconselhamos campos de desdobramento da Data (embora ela propriamente não precise constar), como ANO, DIA, Dia da Semana, Semana, ANO/MÊS (no formato YYYYMM Nome), TRIMESTRE, SEMESTRE.. temos funções prontas destes campos para o banco SQL Server. Listaremos essas funções ao final.

     

    8. Qual a forma de licenciamento que funciona melhor? Tenho custo de runtime para meus clientes ou usuários?

    MyBI não tem custo de runtime.

    No caso da sua empresa desenvolver sistemas, aconselhamos você embutir o MyBI no seu sistema e absorvê-los gradualmente na sua estratégia comercial ao longo de 1 ano, por exemplo. Visando o longo prazo e o valor agregado, certamente é a melhor estratégia pois você agregará em definitivo no seu sistema.

    Não é uma boa estratégia tentar vender os produtos como módulos ou opcionais, de forma avulsa, pois o cliente costuma gostar muito, elogiar, mas não decide pela compra pois vê os produtos como indispensáveis ao seu sistema e costuma negar pagar um plus de forma explicita. Se você embutir e absorver como falamos antes, o cliente costuma aceitar melhor, mesmo que implicitamente esteja pagando, mas ele sabe que se trata de um investimento na melhoria do sistema.

     

    9. Exemplos de strings de conexão ODBC

    Os exemplos foram retirados do site www.connectionstrings.com

    Procure usar drivers do tipo OLEDB (neste caso marque a opção OLEDB em MyBI) e no caso do SQL Server, marque a opção Usar driver nativo, na tela de projetos de MyBI."

    Exemplos de conexões do MyBI para:

    SQL Server: Initial Catalog=nomedatabase;Data Source=servidor\instancia;User Id=sa;Password=xxxxx;timeout=5000

    ORACLE: Driver={Microsoft ODBC for Oracle};Server=ora9ii;Uid=scott;Pwd=tiger;

    Firebird: Driver=Firebird/InterBase(r) driver;Uid=SYSDBA;Pwd=masterkey; DbName=mydatabase;

    (requer a instalação do driver client no usuário).

    MySQL 3.51: Driver={MySQL ODBC 3.51 Driver};Server=localhost;Database=myDataBase; User=myUsername;Password=myPassword;Option=3;"

    MySQL 5.1: Driver={MySQL ODBC 5.1 Driver};Server=localhost;Database=myDataBase; User=myUsername;Password=myPassword;Option=3;

    Access: Provider=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=caminho do seu arquivo

     

    10. Exemplo de desdobramentos de funções de DATA (para uso no componente pivot-BI)

    Sempre crie alguns destes desdobramentos da DATA da Venda (ou do atendimento, ou da ocorrência que você estiver gerando). Pelo menos o campo ANO/MÊS é fundamental.

    Seguem exemplos de funções para SQL SERVER: (para outros bancos, apenas adapte a sintaxe)

    ABS((DATEPART(MONTH, IV.DT_CONTABIL) + 2) / 3) AS TRIMESTRE,

    ABS((DATEPART(MONTH, IV.DT_CONTABIL) + 5) / 6) AS SEMESTRE,

    CASE WHEN LEN(CAST(MONTH(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR)) = 1 THEN '0' + CAST(MONTH(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR) ELSE CAST(MONTH(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR) END AS MES, YEAR(IV.DT_CONTABIL) AS ANO,

    CASE WHEN LEN(CAST(DAY(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR)) = 1 THEN '0' + CAST(DAY(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR) ELSE CAST(DAY(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR) END AS DIA,

    DATEPART(WEEK, IV.DT_CONTABIL) AS SEMANA,

    DATENAME(WEEKDAY, IV.DT_CONTABIL) DIASEMANA,

    CAST(YEAR(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR) + CASE WHEN LEN(CAST(MONTH(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR)) 1 THEN '0' + CAST(MONTH(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR) ELSE (MONTH(IV.DT_CONTABIL) AS VARCHAR) END + ' ' + SUBSTRING(DATENAME(MONTH,               IV.DT_CONTABIL), 1, 3) AS ANOMES

CASES DE SUCESSO

  • Cases de Sucesso
Desenvolvimento: YukioDesign